Nossa História
 

             A Casa da Criança, foi fundada em 25 de outubro de 2002 pela pedagoga, Maria Leonice de Carvalho Caldeira, é uma entidade beneficente de “Assistência Social de Atendimento”, está inscrita no CMDCA- Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente desde 2005 e no CMAS – Conselho Municipal de Assistência Social, desde 2006.

 Inicialmente as atividades ocorriam em uma casa emprestada, ainda em construção, neste espaço eram atendidas crianças de 06 meses a seis anos, em sistema de CRECHE, das 7h às 18h. Os recursos financeiros provinham da população que compunha, de forma voluntária, o quadro de recursos humanos e eram coordenadas pela pedagoga que fundara a instituição.

                  Em seu terceiro ano de fundação, em um novo prédio, passou a oferecer educação infantil – pré-escola, para crianças de 05 e 06 anos, agora das 6h às 18h. Nesta ocasião, o atendimento já ultrapassava 120 crianças que eram atendidas até os 07 anos de idade.

A instituição passou a aceitar contribuições dos pais, que dependiam da casa para deixarem seus filhos e assim se liberarem para o trabalho. Manteve a gratuidade para famílias de classe trabalhadora de baixa renda. Por volta do sexto ano de fundação, a instituição mudou para o atual prédio (alugado) e ampliou o atendimento até 12 anos. Neste período, inicia a busca por uma identidade para embasamento das atividades.

                  Com histórico de atendimento a crianças em situação de risco social, oriundas de famílias fragilizadas em situação de vulnerabilidade, a instituição decide priorizar o atendimento a essas famílias e ofertar, gratuitamente, todo e qualquer serviço a esta população. Devido ao alto custo para manutenção do atendimento, a instituição diminuiu a carga horária, atendendo o público-alvo em contra turno escolar, acolhendo por um período de três horas (manhã e tarde), e passa atender adolescente até 15 anos de idade.

Nestes 15 anos de SERVIÇOS a este perfil da população do Município, a instituição buscou atender às necessidades destes moradores do seu entorno, localizada em território sabidamente vulnerável, viu-se diante da demanda crescente de meninos e adolescentes em situação de extrema vulnerabilidade e risco pessoal e social. A Casa da Criança, além de atender crianças a partir de 06 anos de idade, expandiu o atendimento para adolescentes de até 17 anos.

               Nos últimos anos, a instituição busca preservar a sua identidade na perspectiva de dar sequência no SCFV – Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Familiares e Comunitários, constante na Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais. É sabedora da importância de estar dentro dos parâmetros da Resolução-CNAS 109/2009, pág. 09, característicos da Proteção Social Básica (06 – 15 anos), como decorrência da nova legislação que implantou o Sistema Único de Assistência Social/SUAS, do qual é parceira complementar nas Ações e Serviços Socioassistenciais. Estes Serviços estão expressos no Plano de Ação, cujo documento formal compõe o processo para renovação anual de sua inscrição junto ao CMAS do Município e representa o compromisso da Entidade com o vínculo SUAS - Sistema Único de Assistência Social.

 

 
Diretoria

Presidente: Maria Cleoneide Alves

Formação: Psicanalista

Tesoureira: Susane Chamberlain

Lopes

Formação: Encarregada de RH

Primeiro Secretária:  Jader Theodoro Lopes

Formação: Vendedor

Conselho Fiscal

1º Membro Efetivo: Efraim Almeida

3º Membro Efetivo: Maria José Balbina do Nascimento

Profissão: Professora

2º Membro Efetivo: Jorge 
Luis Caldeira

Nossa Equipe

Maria Leonice de Carvalho Caldeira, Gestora

Formação: Pedagoga 

Profissional do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) responsável pela oferta do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos; pelo gerenciamento organizacional e funcionamento geral da instituição; incluindo: elaboração e supervisão de  

projetos e de recursos aplicados,   

gerenciamento de arrecadação de fundos, monitoramento e orientação à equipe técnica multidisciplinar, administrativa e articulação dos diversos segmentos (oficineiros, colaboradores, voluntários, beneficiários diretos e indiretos).

Maria de Fatima Cimadon Bonifacio Teodoro

dos Santos, auxiliar geral

Formação: Ensino Fundamental

Profissional do Sistema Único de Assistência Social, responsável pela oferta do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, pela organização geral do prédio, incluindo todas as salas, banheiros, despensa, espaços das atividades. Atuará junto à auxiliar de limpeza auxiliando-a em sua demandas diárias.

Marcial Rocha da Costa -

Educador Social 

Formado em Artes Visuais

Profissional do Sistema Único de Assistência Social responsável pela oferta do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, pelo Objet. Espec. (A): atenção às crianças; responsável pelos oficineiros e oficinas culturais e esportivas; organização do cronograma (atentando-se para as faixas etárias) e acompanhamento das atividades; visitas em espaços culturais e eventos esportivos e elaboração de relatórios de tais atividades junto à dupla psicossocial.

Precisa de mais informações?

Entre em contato por telefone, email ou redes sociais.

  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone Instagram

© 2020 Casa da Criança Salto. Todos direitos reservados